Sítio

Projeto Setelombas: Cadastrado na Rede Mundial de Permacultura

O SeteLombas é um sítio de 23 ha, na costa da serra geral, no município de Siderópolis – SC, na localidade de Rio Jordão Médio.

O nome “SeteLombas” teve origem na forma como os vizinhos se referiam ao local devido a sua formação de costão de serra com uma seqüência de sete morros.

O local é o refúgio de final de semana dos membros da família e amigos. E será num médio espaço de tempo a morada da maioria dos membros da família.

A vida no SeteLombas propicia e estimula o desenvolvimento de várias atividades positivas e agregadoras como a boa conversa em família, práticas ecológicas, jardinagem, fotografia, literatura, pintura, artesanato, música, trilhas, etc.

Hoje o sítio é uma estação de permacultura, com cerca de 3 ha planejados para a sustentabilidade da família e cerca de 20 ha reservados para a fauna e a flora.

O projeto de vida no SeteLombas é uma caminhada que começou quando compramos o sítio em 1999.

Sonhos e objetivos para o SeteLombas:

  • Ser o lar autossustentável de algumas famílias. Onde tenhamos tudo que precisamos para ter a vida que queremos viver;
  • Ser um espaço de preservação ambiental, onde plantas e animais possam nascer e crescer em paz;
  • Ser o lugar onde possamos acolher as pessoas que querem aprender permacultura, agrofloresta, ou simplesmente, ficar algum tempo para observar a natureza e a si mesmos;
  • Produzir alimentos, sementes, mudas, arte e partilhar os excedentes com os amigos e vizinhos, com o universo;

Lema:
“Eu, Hei de Prosperar Junto com Todo o Universo!”

14 respostas para “Sítio”

  1. Estou aguardando num grupo de sem terras ser contemplada com um pedacinho de chão, onde eu possa torná-lo sustentável. Gostaria mto de aprender as técnicas pra fazer valer a pena. Enquanto aguardo, fico especulando sobre essa abençoada permacultura e não vejo a hora de colocá-la em prática.Algumas pessoas me dizem q sou esquisita, mas a minha esquisitice soma-se ao desejo de ser diferente da vida convencional que é um tanto ilusória.Quero poder então, ensinar e iniciar agora junto com minhas netas Ju e Ana o modus vivendis mais maravilhoso possível e q possamos através destes ensinamentos deixar um legado p os q ainda virão depois de nós. Abraço fraterno!

  2. moro em suzano sao paulo em 1989 estive em brasilia
    aonde conheci as bombas carneiro e comentando com amigos
    duvidarao do que eu falei para eles contei como como ela funcionava
    ficarao adimirado entao estou escrevendo para vc meu nome antonio
    aparecido ribeiro e-mail vo.toninho@ig.com.br gotaria de receber
    uma foto desta bomba em tamanho medio ficarei muito grato pelo envio
    da foto obrigado

  3. tenho um sitio com quase 5 hectares,não tenho dinheiro para fazer desse sitio auto sustentavel,porque não posso parar de trabalhar para sustentar a minha familia ,esse trabalho no qual mencionei acima,me toma todo o tempo,completamente,nao sobrando um centavo para investir no sitio,vou nos fins de semana,nesse dia,eu rosso com roçadeira e minha esposa capina em volta da casa e só,a unica alegria que tenho e ao chegar observo que a casa não foi arombada,e quando acabo de roçar eu observo como ele e lindo,no sitio tem dois galpao com seis bahias cada e um com 5 de largura e dez de comprimento e mais tres currais pequeno.acho que vou morrer sem realizr o meu sonho,em ter um sitio sustentavel.

    1. Olá José Arcanjo, você já tem uma das coisas mais importantes, a parceria de sua mulher. Você precisa agora é estudar permacultura para realizar esse sonho. Se você tomar as ações corretas cada vez que vai ao sítio começará a caminhar na direção da sustentabilidade do sítio. A permacultura lhe dará muitas ferramentas para isso, desde uma técnica para criar canteiros instantâneos num fim de semana até sistematizar a água e alimentar o solo do sítio, sem gastar dinheiro, sem trazer insumos de fora do sítio. Apenas usando as pedras, matos e tábuas que já tem no sítio. Roçar e capinar cada vez que vai ao sítio mostra que você está está na direção errada, lutando contra a natureza. A favor é mais fácil. Quem sabe da próxima vez você planta nesse lugares algo que te livre da roçada? Vai nascer o que você quer e não o contrário. Perceba as riquezas que você já tem. Sem essa percepção e os conhecimentos da permacultura vai ser muito difícil, mas mesmo assim, não impossível. Então facilite as coisas e bota pra fazer!

  4. Olá, sou biólogo, morador do Acre e estou aderindo à permacultura recentemente! Acabei de conhecer o sítio pelo site e gostaria muito de poder fazer-lhes uma visita! Pretendo em janeiro estar passando pelo sítio Curupira e se possível, também, no Sete Lombas…
    Aguardo resposta!
    Obrigado!

  5. Muito boa sua iniciativa. Tenho um sítio de 66,8 ha com aproximadamente 50 ha preservados com muita água. Já tem tudo pronto pra criação de trutas e pretendo fazê-lo totalmente auto sustentável e ecologicamente correto. Gostaria onde aprender a fazer isso. Ex: como tatar o esgoto (fossa ou outro tratamento), como utilizar o resíduo dos animais, etc
    Se puder me ajudar, agradeço muito

    Abraço

  6. felizmente vi esse artigo pois tenho um sitio no pé da serra em serrinha bahia e estava loteando me ocorreu a ideia de torna-lo auto sustentavel vou me aprimorar sobre permacultura em setembro tem vaquejada em serrinha a maior do brasil eu disponibiliso a casa de tres quartos varanda agua e luz para quem quiser vir ver a vaquejada e me dar umas ideias meu tel é 75 32682239 e meu orkut tem fotos do sitio aecioaraujo@yahoo.com.br

O que pensou? Comente