O Jardineiro – poesias de amor à Terra

O JardineiroEsse livro é um marco muito especial para o povo das SeteLombas. É ao mesmo tempo o lançamento do terceiro livro do poeta João Marino Vieira, “O Jardineiro – Poesias de amor à Terra“, é a primeira publicação da comunidade SeteLombas, teve a cooperação de toda a família Vieira.

Para minha sorte, o poeta João Marino Vieira nasceu meu irmão. Por meio de suas poesias aprendi a encantar-me com a música do casamento das palavras e a reconhecer o poder da poesia para chegar aonde as palavras cruas, temperadas apenas de sentido lógico, não conseguem. Entendo o que uma poesia quer me dizer, não pelo significado puro das palavras, mas pelos sentimentos que despertam em mim.


Apresentar meu irmão João é uma missão prazerosa e uma feliz oportunidade de expressar de maneira pública minha admiração por ele. Além de irmão de sangue, ele é um grande amigo. Temos caminhado juntos, desde as trilhas pela Serra Geral catarinense até a busca da concretização de nossos sonhos, por um mundo claro como um dia de primavera para todos.

O JardineiroNo Sítio Sete Lombas, onde plantamos juntos muito mais do que árvores, estamos aprendendo, dia a dia, a desvendar o véu das idéias pré-concebidas que nos impede de ver a natureza como ela é. E vislumbrando, aos poucos, com nossa família e amigos, o verdadeiro ser humano que existe em cada um de nós, um ser humano como “O Jardineiro”, que cuida da terra, das plantas e convive com todos os tipos de vida deste planeta.

É desse ser humano que esse livro nos fala, numa linguagem poética, que nos dá a oportunidade de encontrá-lo dentro de nós mesmos e no outro. Mas ele conta com nosso ouvir atento e despojado, nesta parceria necessária para ver o novo, a cada verso.

4 respostas para “O Jardineiro – poesias de amor à Terra”

  1. João:
    Conheci tuas poesias na X Caminhada da Paz: lindas! Como sou admiradora da Natureza, teus versos tiveram grande repercussão em mim. Como poder ler teu livro?
    Saudações andarilhas!

  2. Um dos melhores vinhos
    poéticos que degustei, me embriaguei
    nas linhas imper(feitas), perfeitas com
    o verso do coração…
    Belo João, meu irmão!
    Agradecido fico!
    José

  3. João

    João da barba
    João dos livros
    João das letras, Poeta

    Joáo do olhar preto
    João da estatura média
    João do andar decidido, adiante

    João que planta esperança
    João que colhe sete vidas,
    João Agricultor

    João das mãos de calo
    João das unhas de terra
    João dos pés descalços, no movimento

    João sim
    João do não
    João, João

    (Man8el)

  4. Participei da produção deste livro junto com meus pais Itamar e Cleusa, e meus tios Edson e João com toda a paciência e tempo que precisamos. E ao ver o resultado, o livro, exatamente como queríamos que ficasse, eu diria perfeito. Tenho a certeza que isso só foi possível porque ele foi produzido com o carinho e atenção de todos.

    O livro é bonito, simpático e simples…
    Me sinto satisfeita e feliz por fazer parte deste trabalho.

    Eu com certeza recomendo!

Deixe uma resposta para Man8el Mendes Cancelar resposta