A linguagem dos padrões

padroesQuando se estuda permacultura, em cursos regulares ou como autodidata, logo se percebe que um dos assuntos mais difíceis de serem compreendidos e colocados em prática é o dos padrões naturais. Os estudantes de permacultura em PDC costumam dizer que falta algo para facilitar a compreensão. A maioria deles relata que não vê como o conceito de padrões pode realmente servir ao design permacultural. E por achar fascinante esse tema, fiquei com essas questões em mente por um longo período até chegar ao que vou apresentar a seguir. Não se trata de algo finalizado, talvez nunca seja, mas é o início de um exame apaixonado pela verdade.

Este artigo pretende auxiliar aqueles que desejam ir além do uso dos clássicos padrões naturais como meros modelos a serem imitados em sua forma ou comportamento. Compreender os padrões naturais nos tornará melhores observadores dos sistemas complexos da natureza e acho que essa competência é fundamental para um permacultor.

Os sistemas complexos não podem ser explicados por meio de fórmulas científicas. Os desafios do nosso tempo não são lineares. Ao ler o livro “Sabedoria Incomum” de Fritjof Capra, onde ele relata sua busca por um arcabouço de conhecimentos que permitisse a construção de uma nova visão de mundo, uma abordagem sistêmica, me deparei com algumas idéias que tem uma relação estreita com o tema dos padrões naturais na permacultura, que poderiam ser uma base para o seu entendimento e uso.
Continue lendo “A linguagem dos padrões”